NOT ILLUMINATI

Diga não a essa Elite Global maldita, Conspirações, Mídia Controlada, Simbolismo, Etc…

Archive for the ‘Mensagem Subliminar’ Category

leave a comment »

Revelado o Segredo Final no Sétimo Livro da Série Harry Potter!
Recursos úteis para sua maior compreensão
Título do Livro 1
Título do Livro 2
Título do Livro 3
Título do Livro 4

No sexto livro da série, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry é referenciado com um termo muito especial usado na literatura de Nova Era. Esse termo, se adequadamente compreendido, revela como será o final do sétimo livro. A previsão é que esse será lançado em 7/7/7! Nossa compreensão também é reforçada pela morte violenta de Dumbledore, o supremo protetor da Escola Hogwarts de Magia e Bruxaria e de todos os feiticeiros de Magia Branca no Reino.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?
Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!
Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!
Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.
Agora você está na

“THE CUTTING EDGE”


A loucura com os livros de Harry Potter é absolutamente estranha e historicamente sem precedentes. Considere estas estatísticas, fornecidas pela Enciclopédia Wikipédia — Harry Potter Statistics

Vendas de livros (edição americana)

Harry Potter e a Pedra Filosofal:

Capa dura: 6,1 milhões 

Brochura: 10,9 milhões
Total: 17 milhões.

Harry Potter e a Câmara Secreta:

Capa dura: 7,3 milhões 

Brochura: 7,5 milhões
Total: 14,7 milhões.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban:

Capa dura: 7,6 milhões 

Brochura: 5,2 milhões
Total: 12,8 milhões.

Harry Potter e o Cálice de Fogo:

Capa dura: 8,9 milhões 

Brochura: 3,4 milhões
Total: 12,3 milhões.

Harry Potter e a Ordem da Fênix:

Capa dura: 5 milhões nas primeiras 24 horas; tiragem inicial de 8,5 milhões exemplares 

12,2 milhões
Brochura: 1,5 milhões
Total: 13,7 milhões.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe:

Capa dura: 6,9 milhões nas primeiras 24 horas; tiragem inicial de 10,8 milhões de exemplares com uma reimpressão de 2,7 milhões

Brochura: (ainda não lançada)
Total: 13,5 milhões.

Total geral: 

Capa dura: 55,6 milhões

Brochura: 28,5 milhões
Total: 84,1 milhões.

As vendas dos livros de Harry Potter criaram novos recordes e tornaram J. K. Rowling mais rica que a rainha da Inglaterra. (War Cry Network”, Tópico 1.5).

Essas estatísticas são inacreditáveis, especialmente quando se considera a história da autora J. K. Rowling, que estava quase na bancarrota, com uma menina pequena para criar, somente há alguns poucos anos. Essa história seria o epítome de “dos trapos à riqueza”, com exceção do fato que o enredo de Harry Potter retrata a mais sofisticada e exata descrição da feitiçaria avançada imaginável. Rowling claramente conhece sua feitiçaria, e grande parte dela é feitiçaria obscura e secreta, e Rowling escreve sobre o assunto de maneira inocente e sedutora. Não é de admirar que tantas crianças e adolescentes entre 8 e 18 anos tenham ficado fascinadas pelos livros de Harry Potter.

Mas, os sistemas públicos de ensino da Inglaterra e dos Estados Unidos também entraram em cena. As Editoras Bloomsbury Publisher, da Inglaterra, e Scholastic Publisher, dos EUA, tomaram as rédeas para colocar os livros de Harry Potter no currículo regular. Assim, Guias de Literatura Escolar de Harry Potter para Professores já surgiram e estão sendo vendidos para que os professores saibam como ensinar o material aos seus alunos. Em vez de enfatizar a clara e descarada feitiçaria, esses guias do professor enfatizam o aspecto do “bem contra o mal” da trama, e os “valores centrais” de amor, lealdade, coragem, e determinação.

 Mas, não se engane sobre o fato de que, se você permite que seus filhos estudem em Escolas Públicas na Inglaterra, na América do Norte, na Austrália e, provavelmente, na Nova Zelândia, eles terão de ler os livros de Harry Potter e escrever relatórios sobre eles. Essa é uma questão séria, porque esses livros contêm as mais vívidas discussões imagináveis sobre feitiçaria pesada e real, e fazem isso de tal maneira que convencem as crianças que a feitiçaria não só é completamente correta, como é preferível ao mundo sem feitiçaria, e que não haverá nenhuma conseqüência espiritual se eles praticaram esse tipo de feitiçaria.

Finalmente, J. K. Rowling não só conhece sua feitiçaria, mas conhece a feitiçaria dos Illuminati. Ela coerentemente usa símbolos Iluminista para retratar elementos-chave em seus livros, e os usa exatamente com o significado Iluminista correto. Como a meta mais importante dos Illuminati é preparar o cenário para o aparecimento do Anticristo, todos os pais cristãos devem estar preocupados com a possibilidade que, talvez, os livros de Harry Potter estejam condicionando seus preciosos filhos a aceitarem o Anticristo quando ele surgir.

Elementos-Chave no Enredo
Harry Potter vivia com sua família de trouxas [assim são chamados aqueles que não praticam a feitiçaria nos livros da série], tio Válter e tia Petúnia Dursley, e seu filho jovem, Duda. Harry foi deixado na soleira da porta dos Dursley na noite terrível em que seus pais eram mortos por um feiticeiro maligno chamado Lord Voldemort, o Senhor das Trevas. Em outras palavras, o jovem Harry Potter, de apenas um ano de idade quando esse ataque ocorreu, tem a feitiçaria hereditária em seus antecedentes, e seus pais eram feiticeiros poderosos praticantes de Magia Branca; assim, Harry Potter é inerentemente um feiticeiro poderoso, mesmo na tenra idade de um ano. Aliás, Lord Voldemort tentou matar Harry junto com seus pais, mas não conseguiu.

 A maldição de morte funcionou perfeitamente contra Lílian e Tiago Potter, mas não pôde matar Harry. O único efeito que essa maldição de morte teve em Harry foi que criou uma cicatriz na forma de um raio no meio da sua fronte. Aliás, a maldição de morte ricocheteou em Lord Voldemort quando não conseguiu matar Harry, tirando de Voldemort parte da intensidade de seus poderes. Como veremos mais tarde, Rowling compreende sua feitiçaria muitíssimo bem; no mundo real dos feiticeiros e bruxos, se uma maldição é lançada contra uma vítima, mas o poder da vítima for suficiente para resistir à maldição, os efeitos da maldição fracassada retornam à pessoa que a lançou. Rowling conhece muito bem sua feitiçaria e a utiliza perfeitamente em sua narrativa.

Os tios Válter e Petúnia sabem que a irmã dela, Lílian, e o marido Tiago eram feiticeiros poderosos; portanto, sabiam que Harry bem que poderia tornar-se um feiticeiro quando crescesse. Para tentar destruir essa feitiçaria hereditária em Harry, eles o tratavam de uma forma abominável. Negavam-lhe um quarto livre que tinham no andar de cima e o mantinham em um cubículo debaixo das escadas. Eles recusavam-se a dar a Harry seu próprio prato de comida na mesa e o forçavam a sobreviver com o que caía do prato do balofo e sempre esfomeado Duda, que é apenas um pouco mais velho do que Harry.

Em cada situação no livro, Rowling retrata o Mundo de Fantasia da feitiçaria como muito mais divertido, animado e satisfatório que o mundo sem magias dos “trouxas”. Quando uma cena é do mundo sombrio dos trouxas, Harry está infeliz e deprimido pelo modo como está sendo tratado, e não pode esperar até que possa voltar às aulas na Escola de Magia e Bruxaria. A única felicidade na vida de Harry é seu Mundo de Fantasia em Hogwarts, onde pode brincar e estudar com seus amigos e os outros feiticeiros e magos.

Do mesmo modo, toda pessoa no mundo não-mágico dos trouxas é retratada como estúpida, preconceituosa e fisicamente repugnante. Que criança normal quereria continuar a viver em tal ambiente sem magias quando pode escapar para o mundo mais emocionante da feitiçaria? Na verdade, as atividades em Hogwarts são apresentadas de tal maneira que, mesmo quando retratam feitiços, encantamentos, e experiências extra-sensoriais reais, essas atividades não acarretam nenhuma conseqüência espiritual. Embora a Bíblia Sagrada condene qualquer pessoa que pratique esses tipos de atividades à morte, Harry Potter e seus amigos sistematicamente aprendem todos os caminhos de um satanista real sem sofrer nenhuma conseqüência.

A Escola Hogwarts de Magia e Bruxaria
Quando Harry completa onze anos de idade, começa a receber cartas que dizem que foi aceito na Escola Hogwarts de Magia e Bruxaria. O tio Válter procura de todas as formas esconder essas cartas, mas é finalmente vencido quando um feiticeiro de Hogwarts vem à dimensão dos trouxas [leia o artigo N1390 para ter uma explicação completa do conceito Realidade x Fantasia para um satanista] Harry é milagrosamente liberto para que possa finalmente escapar de sua infeliz existência e entrar no fabuloso mundo da feitiçaria e estudar na Escola Hogwarts.

Hogwarts é uma escola proeminente em feitiçaria em todo o mundo do satanismo. Embora seja controlada pelo feiticeiro mais poderoso do mundo, o diretor Alvo Dumbledore, a escola é controlada pelas forças da Magia Branca. Dumbledore está sempre de guarda contra qualquer tentativa do lado da Magia Negra de tomar o controle da escola. Das quatro casas de fraternidade estudantil no campus escolar, três seguem a Magia Branca e uma a Magia Negra.

Essa escola ensina uma feitiçaria que é estranhamente real em seus detalhes. Muitos dos encantamentos descritos são reais e muitas das poções também são reais. Muitas das atividades descritas são reais, mas o leitor não é informado que no mundo real do satanismo, muitos dos encantamentos e atividades ou requererem que o feiticeiro seja possesso por demônios, ou requererem um sacrifício humano. Alguns de nossos artigos na seção Livros da Série Harry Potter tratam desse assunto.

O enredo de todos os livros contém uma batalha entre Harry Potter e seus colegas praticantes de Magia Branca contra o lado da Magia Negra, com Lord Voldemort ao fundo, lutando por meio dos subordinados dentro da escola. A narrativa é agradável e flui extremamente bem. Os livros são escritos no nível das crianças de onze ou doze anos, o que explica a popularidade alcançada. 

Cada livro trata de um determinado ano que Harry está estudando em Hogwarts. Assim, A Pedra Filosofal descreve o ano de Harry como calouro na escola, A Câmara Secreta descreve seu ano como veterano, O Prisioneiro de Azkaban seu terceiro ano, O Cálice de Fogo descreve seu quarto ano, e assim por diante.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe
O título do sexto livro da série é Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Como J. K. Rowling predisse, esse livro seria o livro mais sombrio na série até então. Lembra-se de quando Rowling anunciou que um personagem “querido” morreria no fim da história? E, realmente, um personagem morre: Alvo Dumbledore, o supremo feiticeiro de Magia Branca, cujos poderes incríveis protegeram não só a Escola Hogwarts de Magia e Bruxaria durante tantos anos, como também protegeu os bruxos e magos comuns de todo o mundo da magia — e suas famílias.

Como de costume, o Senhor das Trevas — Voldemort — espreitava, tentando derrotar Harry Potter e Dumbledore e tomar o controle de todo o mundo da magia. Mas, esse livro difere dos cinco anteriores, pois o poder de Lord Voldemort é visto em crescimento em todo o livro, e não culmina em uma vitória apertada para o lado da Magia Branca de Dumbledore e de Harry Potter, mas na morte de Dumbledore. Harry Potter, a Escola Hogwarts de Magia e Bruxaria, e toda a comunidade de feiticeiros comuns são mostrados em choque e pânico absolutos.

Com o mago-mestre Dumbledore não mais capaz de derrotar o Senhor das Trevas, o que os feiticeiros farão? Lord Voldemort agora conquistará cada parte do mundo da bruxaria e deixará a população resignada a uma ditadura absoluta? Para a revelação de qual será o desfecho de tudo isso, o mundo terá de esperar pelo sétimo e último livro da série.

Como Lord Voldemort será agora derrotado, quando somente Dumbledore conseguia vencê-lo tantas vezes no passado?

Quão más estavam as coisas no fim desse livro? Até mesmo a ave Fênix, que tinha sido a companheira fiel de Dumbledore durante tantas décadas, deixou a escola depois da morte dele. Veja as palavras finais no Capítulo 29:

“‘-Dunno‘, disse Harry, deitando-se em sua cama ainda vestido e fitando de maneira vazia o teto. Ele não sentia curiosidade alguma. Ele duvidava que se sentisse curioso alguma outra vez. Enquanto estava lá deitado, ele tornou-se ciente repentinamente que os pisos estavam silenciosos. Fawkes tinha parado de cantar. E ele sabia, sem saber como soube, que a fênix tinha ido embora, que tinha partido de Hogwarts para o bem, exatamente como Dumbledore partira da escola, tinha deixado o mundo… e tinha deixado Henry.” (pág. 632 no original; tradução nossa).

A melancolia tornou-se profunda e penetrante em todo o mundo da magia, na Escola Hogwarts e na mente de Harry. Melancolia profunda, fria e obscura — o tipo de melancolia que alguém normalmente só sentiria quando um dementador estava para roubar uma alma!
É dessa maneira que termina O Enigma do Príncipe.
Pistas Para o Sétimo Livro Encontradas no Sexto Livro
“A manchete de um (jornal) clangorou“Harry Potter: O Escolhido?”

“Rumores continuaram a voar sobre a misteriosa perturbação recente no Ministério de Magia, durante a qual Aquele-que-não-deve-ser-nomeado (Lord Voldemort) foi visto mais uma vez.

“‘Não temos permissão de falar sobre isso, não me pergunte nada’, disse um Obliviador agitado, que se recusou a fornecer seu nome ao sair do Ministério ontem à noite. Não obstante, fontes de alto escalão dentro do Ministério confirmaram que o distúrbio centrou-se no Salão das Profecias. Embora feiticeiros porta-vozes do Ministério até aqui recusaram-se até mesmo a confirmar a existência desse lugar, um crescente número de membros da comunidade da feitiçaria acredita que Comensais da Morte, que estão agora cumprindo penas em Azkaban por invasão e tentativa de furto, tentaram roubar uma profecia. A natureza dessa profecia é desconhecida, embora especule-se muito que se trata de Harry Potter, a única pessoa que sabidamente sobreviveu à maldição de morte, e que também sabidamente esteve no Ministério na noite em questão.”

“Alguns chegam ao ponto de chamar Potter de ‘O Escolhido’, acreditando que a profecia menciona-o como o único que será capaz de nos livrar Daquele-Que-Não-Pode-Ser-Nomeado.” (pág. 39) (tradução nossa).

Quase derrubei o livro quando li esse trecho. Harry Potter foi repentinamente chamado de “O Escolhido”. Além disso, uma profecia no Salão das Profecias prediz que ele será aquele que fará o mundo superar o perigo do Senhor das Trevas, Voldemort. Pessoal, essa terminologia é messiânica! “O Escolhido”, na Nova Era e no ocultismo é um termo para o vindouro Cristo maçônico! Veja a visão expressa pela Nova Era:

“Antes de haver unidade mundial, o cristianismo dogmático precisará ser desmantelado. Os budistas, hindus, muçulmanos e cristãos, unificados em perfeito amor e harmonia. Com essa nova consciência de Deus, seremos capazes de trabalhar juntos contra os verdadeiros males da sociedade. O egoísmo, que produziu a poluição e os desastres ecológicos em escala mundial, diminuirá. Essa unificação em escala mundial será conduzida pelas mãos amáveis, porém firmes, de um único Homem

Um homem que encontrou seu carma interior, alcançou a consciência crística, alcançou o Nirvana, alcançou a convergência harmônica com o universo e tornou-se um portal para os grandes guias espirituais. Ele é o grande Profeta, o Escolhido para conduzir a humanidade à Era de Aquário. E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens (Apocalipse 13:13). E a única força que ficará em seu caminho é um trapo pequeno, um punhado de cristãos radicais correndo por toda a parte e proclamando: Ele é o Demônio. Ele é o Anticristo.” (Freedom YouThe New World Order, pág. 1; ênfase adicionada).

“As teorias de Bailey sobre evolução humana e história judaica têm raízes cósmicas na antiga guerra da “Grande Loja Branca” contra a (não tão Grande) “Loja Negra”, os últimos usando a “Força das Trevas” como sua fonte de poder. [Sim, olhe outra vez para o personagem Darth Vader, de Guerra nas Estrelas. Em um episódio recente da série, Episódio 1: A Ameaça Fantasma, somos levados de volta no tempo e apresentados a ele como uma criança que é identificada como ‘O Escolhido’, que ‘traria equilíbrio à Força’. Mas, como já sabemos, mais tarde ele se uniu ao ‘lado das trevas’ por acontecimentos que, sem dúvidas, serão revelados em um episódio futuro.” (“The Rainbow Swastika”, Parágrafo 11, “The Black Lodge, Respository of Cosmic Evil“).

Agora, observe que esta próxima citação é de profecias referentes a uma vindoura figura messiânica — Zaratustra. Anos atrás, um satanista praticante me enviou uma mensagem de correio eletrônico para me dizer que a “Bíblia” do Anticristo será Assim Falou Zaratustra, de Friedrich Nietzsche. Com isso em mente, veja esta oração de invocação para esse vindouro Messias:

“Veja como a humanidade imaginou a única fonte de criação, o Deus da Luz, Ahura Mazda dirigindo-se ao seu profeta escolhido, Zaratustra: “Ó Zaratustra! Não criei ninguém melhor do que você no mundo, e da mesma forma não criarei um melhor depois que você tiver partido. Você é meu escolhido e criei este mundo aparente por sua causa.” (“The Last Hurdle”; ênfase adicionada).
Na linguagem da Nova Era, o termo “Escolhido” refere-se ao vindouro Cristo maçônico, que supostamente tomará o nome de “Maitréia, o Cristo”. Não duvide!

Portanto, ao dar a Harry Potter o título “O Escolhido”, J. K. Rowling parece estar dizendo que o destino dele — de acordo com essa profecia misteriosa no Salão de Profecias — é ser uma figura messiânica. Mas, mais ao ponto, Harry Potter parece ser o único que derrotou a maldição de morte de Lord Voldemort quando foi atacado quando era um bebê de um ano, e parece ter sido construído lentamente até ser uma figura de Messias que finalmente derrotará Lord Voldemort e o matará para ele então nunca mais poder voltar.

Portanto, esperamos que o sétimo livro — que, segundo dizem, está planejado para ser lançado em 07/07/07 — acabará com uma batalha dramática temível entre Lord Voldemort e Harry Potter pelo controle de todo o mundo da feitiçaria. Os feiticeiros e magos prenderão sua respiração para descobrir se viverão os próximos 1.000 anos em uma ditadura absoluta sob a liderança do Senhor das Trevas ou em um paraíso feliz na Terra sob a liderança de Harry Potter.
Ao vencedor verdadeiramente irá todo o espólio.

Embora alguns tenham especulado que Harry Potter será morto, acredito que quem morrerá será Lord Voldemort e que Harry emergirá como “O Escolhido” graças à cicatriz na fronte formada quando a maldição de morte do Senhor das Trevas não conseguiu matá-lo. Harry seria então o Messias predito, que imediatamente conduziria o mundo para um Milênio de paz e segurança, como o profetizado “Escolhido”.

Verdadeiramente, J. K. Rowling e seus espíritos-mestres escreveram esses sete livros de Harry Potter de tal maneira a preparar o mundo para o aparecimento do vindouro “Escolhido” do mundo da feitiçaria; o título dele é Anticristo!

Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. 

Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Written by everton1994

04/06/2012 at 14:55

Beatles:Mensagem Subliminar

leave a comment »

Diversas mensagens subliminares foram encontradas nas músicas e capas de discos dos Beatles. O fato mais impressionante são as mensagens subliminares onde John Lennon revela a morte de Paul Macartney. O incentivo subliminar ao consumo de drogas, ocultismo, violência e necrofilia é encontrado no trabalho da banda mais famosa do planeta.


Seguidores de Aliester Crowley (satanista conhecido como “A Besta”), os “garotos de Liverpol” não tinham nada de ingênuos e estavam envolvidos com ideologias extremamente suspeitas para artistas que supostamente defendiam a “paz e o amor”.

Subliminar nas Músicas dos Beatles
“Lucy in the Sky with Diamonds”– A aparentemente estranha : “Lucy in the Sky with Diamonds” (tradução: Lucy no céu com diamantes), na verdade, tinha nas iniciais do próprio título a mensagem subliminar “LSD”. O objetivo era difundir a marca “L.S.D.”, droga lisérgica muito usada nos anos sessenta, um similar do ácido.

* “Sem Lenço Sem Documento” de Caetano Veloso rebate os Beatles usando a subliminar : SemL S D .

Revolution 9″- A música “Revolution 9″ (tradução: revolução 9), do ‘Álbum Branco’, entre os sons de sirenes, gemidos de crianças, grunhidos de porcos e metralhadoras, ouve-se: number nine” que, ao contrário (’backward masking’) fala: Turn me on DEAD man” (tradução: Excite-me homem morto). É decepcionante saber que os Beatles incentivavam aberrações, como anecrofilia, de uma forma tão covarde e estúpida.

Hey Jude” – A música “Hey Jude” (tradução:’Hey viciado’) fala: ‘…Lembre-se de deixá-la entrar debaixo de sua pele, e então começara a sentir-se melhor’. A mensagem subliminar é simples e cruel: deixar entrar as “agulhas das seringas com drogas injetáveis” debaixo da pele e sentir-se melhor.

A Morte de Paul Mcartney
Paul Mcartney morreu em 1966 em um acidente de carro. Os “Beatles” eram fundamentais para a nazificação do mundo, graças a eles todos os jovens usavam o mesmo corte de cabelo, a mesma roupa, e tinham as mesmas idéias Eram os novos mitos da cultura POP dos anos sessenta e funcionavam perfeitamente para os fins aos quais foram destinados. O acidente de Paul foi ocultado pela gravadora Capitol que convocou um sósia, o também inglês Willian Campbell. John Lennon não aceitou a farsa e por isso espalhou mensagens subliminares com a afirmação de que Paul Mcartney estaria morto. Se a lenda “Paul is Dead” foi implantada para esclarecer a verdade ou é mais um mórbido ato de marketing dos “garotos ingleses” ainda não sabemos mas, diante de tanta farsa na história do século 20, não seria de se espantar se o verdadeiro Paul Mcartney estivesse realmente morto.

Na capa do “Abbey Road” – 1969: O Funeral – Os 4 Beatles, andando em fila, simbolizam a procissão de um enterroJohn , de branco, seria o padre; Ringo, de preto, o agente funerário; Paul é o morto, e Harrisson seria o coveiro. O Carro na Rua – Um carro parece vir em direção a Paul. Ou, como os ingleses dirigem na mão esquerda, parece que o carro já atingiu Paul e segue em frente. O Carro de Polícia – Um carro de polícia, entre John e Ringo, esta parado. Parece estar atendendo a alguma ocorrência, como um acidente de trânsito.

O cigarro na mão direita de Paul. Ele era canhoto. Erro do sósia? Pés descalços – Paul é o único Beatle de pés descalçosHá um costume de ingleses ser enterrado de pés descalços. Detalhe: seus olhos também estão fechados.

A Chapa do Carro – A chapa de um fusca que aparece à esquerda traz a inscrição LMW 28IF. O LMW poderia significar a abreviação de “Linda McCartney Weeps” (Linda McCartney Chora) ou“Linda McCartney Widow” (Linda McCartney Viúva). O 28IF seria “28 years IF alive”, o mesmo que 28 anos SE vivo, se referindo à idade de Paul à época do disco, se não tivesse morrido. Paul, na verdade, tinha 27 mas, era o dito, em religiões indígenas a idade de uma pessoa é contada a partir da gestação. Então ela já tem 9 meses quando nasce. Logo, Paul teria 28 anos, na época.


Na capa do “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” – 1967 – Esta capa está recheada de mensagens subliminares. Na verdade, todo o conjunto de elementos desta capa estão retratando uma espécie de funeralObserve o esquife (caixão) coberto de flores vermelhas.

Abaixo dele há um arranjo de flores amarelas, com a forma de um contra baixo, de canhoto, que seria de Paul O Contra-baixo de Canhoto – O contra-baixo colocado nesta capa, composto de flores amarelas é na verdade um instrumento próprio para canhotos.

O Local do Enterro – Observe que no final da palavra “Beatles” está a letra “o” (composta por flores vermelhas), formando assim a frase “Be at Leso” (Está em Leso), nome do suposto local onde estaria enterrado Paul.

Se colocarmos um espelho no meio da palavra “HEARTS“, que está escrita no bumbo, aparece“HE DIE”, ficando a frase “LONELY HE DIE”, o mesmo que “Solitário, ele morre”.

A foto de Aliester Crowley (guru satanista – conhecido como “A Besta”) inserida na capa de “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”.
http://famouspoetsandpoems.com/pictures/aleister_crowley.jpg olha a foto do tal guru…é o segundo rosto de cima pra baixo que aparece na capa do cd..

Declarações de Paulo Coelho em “As Valkirias” (pág.127) sobre esta capa: “…E as pessoas sempre respeitam mais aquele que diz coisas que ninguém entende. Do resto – Hare Krishna, Meninos de Deus, Igreja de Satã, Maharishi -, do resto todo mundo participava. A Besta – a Besta só para os eleitos! “A lei do forte”, dizia um texto dela. A Besta estava na capa do Sargent Pepper’s, um dos mais conhecidos discos dos Beatles – e quase ninguém sabia. Talvez nem os Beatles soubessem o que estavam fazendo quando colocaram aquela fotografia lá.”

No álbum “Magical Mystery Tour” – 1967 – No final da música “Strawberry Fields Forever” se ouve ao fundo John Lennon dizer “I buried Paul” (eu enterrei Paul).“Alguns estudiosos realmente constatam diferenças nas músicas compostas antes e depois de 66, por Paul.”

Written by everton1994

03/06/2012 at 19:31

%d blogueiros gostam disto: