NOT ILLUMINATI

Diga não a essa Elite Global maldita, Conspirações, Mídia Controlada, Simbolismo, Etc…

Archive for the ‘Mídia Controlada’ Category

A Ida À Lua

leave a comment »

Soube-me a pouco.
Fui um dos que esteve horas e horas colado à televisão, testemunhando com maravilha o “pequeno passo para o Homem, enorme avanço para a Humanidade”.
Mas, passada a ilusão, ficaram as perguntas no ar…
Os filmes e fotografias foram olhados com sentido crítico.
Os próprios aspectos científicos foram discutidos.
E uma multidão de incoerências foi-se acumulando.

Hoje, a NASA não gosta de falar nisso. Sem nunca ter desmentido a ficção, anunciou a intenção de mandar uma missão tripulada à Lua em 2020.
Para tal, tomou um primeiro passo, preparando-se para enviar uma sonda para medir a radiação no espaço entre a Terra e a Lua.
Será que se esqueceram de o fazer quando lá foram antes?
Será que enviaram astronautas sem saber o perigo que corriam?
Ou será a explicação mais simples a de que realmente nunca lá foram?

Certos filmes “cheiraram-me” a simulações. Talvez o mais evidente seja o filme que mostra o módulo lunar, a subir da superfície da lua, a manobrar para se encontrar com o módulo de comando, em órbita. O veículo manobra acelerando e travando instantaneamente, e no momento em que trava uma rotação fica perfeitamente parado, sem necessidade de nenhuma correção posterior. Isso repete-se várias vezes. Parece que o veículo está pendurado numa máquina que tem 3 motores elétrico nos 3 eixos e o operador vai premindo e largando botões.

Como, durante a emissão da missão, a NASA ia alterando ligações “em directo” com simulações explicativas do que se iria passar, convenci-me que era uma simulação, porque por alguma razão a transmissão “em directo” não estava disponível.
A mesma sensação tive quando pela primeira vez nos foi permitido assistir “em directo” à descolagem do módulo lunar da superfície da lua.
Nessa altura, não tinha sequer posto a hipótese de que poderia estar a assistir a uma falsificação.

Mas voltando à Apollo 11: Eles voltaram, e ficaram alguns dias na câmara de quarentena antes de estarem disponíveis para a primeira conferência de imprensa.
Os três astronautas eram já heróis nacionais, tinham realizado um feito incrível e pioneiro, e tinham toda a razão para se sentirem satisfeitos e orgulhosos.



Que raio!?
Os três aparecem com cara de enterro, sentindo-se extremamente desconfortáveis, trocando olhares cúmplices, gaguejando, Neil Armstrong não parece sequer em condições de falar, olhando com ares beligerantes para a plateia.

“a minha memória não difere muito dos filmes e slides que todos tiveram ocasião de ver….”
Isto é: todos esperam que os astronautas finalmente partilhem conosco as suas impressões pessoais, aos seus sentimentos, e tudo o que nos dizem é que “não foi muito diferente dos filmes e slides”??? Ora bolas!

Somos informados de que os astronautas irão conduzir uma conferência de imprensa “diferente”: não irão responder a perguntas, irão sim passar e comentar uma apresentação preparada de antemão com filmes e fotografias da missão.
Senti-me logrado. Eu, que me sentia frustrado pelo que tinha visto na televisão, mais frustrado fiquei.
Muito mais tarde, percebi que o sentimento predominante parece ser a vergonha de 3 homens honestos que estão a ser obrigados a mentir ao mundo.
Já, por altura desta conferência de imprensa, algumas vozes críticas se tinham ouvido, principalmente acerca da falta de estrelas nas fotografias.

Aldrin afirma que não as viu da superfície da Lua. Collins, que se manteve em órbita na Lua, acrescenta que também ele não se lembra de ter visto nenhuma.
Bolas! 3 astronautas que passaram uma semana no espaço, e nenhum deles alguma vez olhou para o céu? Essa é simplesmente demais para engolir!
Mais tarde, também percebi que eles devem ter recebido orientação antes da conferência de imprensa, e tinham-lhes sido ministradas as respostas que teriam de dar.

Eu também me sentiria envergonhado e defensivo, se estivesse no lugar deles.
De facto, todos os astronautas do projecto Apollo tiveram comportamentos estranhos depois de voltarem das suas missões. Abandonaram a NASA, procuraram empregos em lugares obscuros e recusaram-se a dar entrevistas públicas. TODOS eles!

A NASA conseguiu enviar 6 missões bem sucedidas à superfície da Lua. E por que raio é que nunca lá voltaram?

A NASA tinha o mais eficiente foguetão em serviço, o Saturno V, bem como experiência acumulada.

No entanto, nada do projecto Apollo sobreviveu.
Pelo contrário, a NASA esteve ausente do espaço durante anos, enquanto desenvolvia o sistema Space Shuttle, que trouxe mais problemas do que soluções.
O Saturno V tem mais capacidade que o Space Shuttle, e é mais barato de operar. Teria sido um lançador excelente para os vários módulos das várias estações orbitares que entretanto foram colocadas em órbita.

Written by everton1994

05/06/2012 at 13:09

A Nova Ordem Mundial no Brasil:

leave a comment »

Caso você não acredite que existe uma Nova Ordem Mundial e que ela está sendo implementada em vários países aqui está a prova em vídeo:









Isso ira acontecer em Breve

A mídia vai convencer todos a aceitar a campanha do desarmamento
como Ela fará isso?
Falando repetidamente e incansavelmente no assunto como sempre fez 
Usando imagens chocantes, para comover a opinião pública através da emoção

Isso não é novidade Quem será que comanda todas as mídias Adivinha O Famoso governo secreto ou os Illuminati.

Written by everton1994

04/06/2012 at 15:29

As 11 famílias Brasileiras que detêm o poder da Mídia

leave a comment »



















Olá pessoal, pesquisando na internet encontrei esse vídeo que explica de forma resumida como funciona a distribuição da informação no Brasil, bem como cita quem são os Poderosos responsáveis por essas transmissões.

Vejam até o fim e tirem suas conclusões! 


Outros vídeos:



Written by everton1994

04/06/2012 at 03:35

Publicado em Mídia Controlada

O linguista estadunidense Noam Chomsky elaborou uma lista das “10 estratégias de manipulação” através da mídia:

leave a comment »

1- A ESTRATÉGIA DA DISTRAÇÃO:  O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distrações e de informações insignificantes. A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir ao público de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. “Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais” (citação do texto ‘Armas silenciosas para guerras tranquilas’). 


2- CRIAR PROBLEMAS, DEPOIS OFERECER SOLUÇÕES:  Este método também é chamado “problema-reação-solução”. Cria-se um problema, uma “situação” prevista para causar certa reação no público, a fim de que este seja o mandante das medidas que se deseja fazer aceitar. Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público seja o mandante de leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade. Ou também: criar uma crise econômica para fazer aceitar como um mal necessário o retrocesso dos direitos sociais e o desmantelamento dos serviços públicos.

 3- A ESTRATÉGIA DA GRADAÇÃO: Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradativamente, a conta-gotas, por anos consecutivos. É dessa maneira que condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que haveriam provocado uma revolução se tivessem sido aplicadas de uma só vez.

4- A ESTRATÉGIA DO DEFERIDO: Outra maneira de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo “dolorosa e necessária”, obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é empregado imediatamente. Em seguida, porque o público, a massa, tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que “tudo irá melhorar amanhã” e que o sacrifício exigido poderá ser evitado. Isto dá mais tempo ao público para acostumar-se com a ideia de mudança e de aceitá-la com resignação quando chegue o momento. 
5- DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO CRIANÇAS DE BAIXA IDADE: A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação particularmente infantis, muitas vezes próximos à debilidade, como se o espectador fosse um menino de baixa idade ou um deficiente mental. Quanto mais se intente buscar enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizaste. Por quê? Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestionabilidade, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade.

6- UTILIZAR O ASPECTO EMOCIONAL MUITO MAIS DO QUE A REFLEXÃO: Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e por fim ao sentido critico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou enxertar ideias, desejos, medos e temores, compulsões, ou induzir comportamentos…

7- MANTER O PÚBLICO NA IGNORÂNCIA E NA MEDIOCRIDADE: Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão. A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores às classes sociais superiores seja e permaneça impossíveis para o alcance das classes inferiores.  

8- ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE NA MEDIOCRIDADE: Promover ao público a achar que é moda o fato de ser estúpido, vulgar e inculto.

9- REFORÇAR A REVOLTA PELA AUTOCULPABILIDADE: Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência de sua inteligência, de suas capacidades, ou de seus esforços. Assim, ao invés de rebelar-se contra o sistema econômico, o individuo se auto-desvalida e culpa-se, o que gera um estado depressivo do qual um dos seus efeitos é a inibição da sua ação. E, sem ação, não há revolução!


10- CONHECER MELHOR OS INDIVÍDUOS DO QUE ELES MESMOS SE CONHECEM:

  No transcorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado crescente brecha entre os conhecimentos do público e aquelas possuídas e utilizadas pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o “sistema” tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto de forma física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos a si mesmos. 


Written by everton1994

04/06/2012 at 00:26

Mãe de participante que desistiu do BBB 12 afirma: “Queriam manipulá-lo, e ele não aceitou”

leave a comment »

Três dias após ficar confinado em um hotel no Rio de Janeiro, o advogado Netinho comunicou à produção do “Big Brother Brasil” que não queria mais participar do programa. Porém, o motivo não foi o confinamento. “Eu pedi para sair, mas não foi porque não aguentei o confinamento no hotel”, disse o ex-participante em uma entrevista ao site EGO.


Apesar de não poder dizer muita coisa, pois assinou um contrato com a Rede Globo, Netinho revelou que tomou a decisão na noite anterior do dia em que divulgaram os nomes, em que foi censurado em uma conversa. “Em todas as entrevistas e seletivas me perguntaram sobre isso e sempre falei a verdade. Eles tinham conhecimento do assunto e depois pediram para que eu não fizesse.”


O advogado não dará mais detalhes sobre o assunto, mas afirma que não é nada ligado à sexualidade ou a drogas. 

“Quero que fique subentendido mesmo. Não quero falar o que é. Tenho uma carreira estabilizada, um escritório com muitos processos para executar, uma casa boa, um carro de luxo, reserva de dinheiro e isso pesou muito.”

A mãe do participante também deu uma declaração sobre o caso: “Ele voltou abatido, disse que ficou sem dormir desde que chegou ao hotel no Rio. Eu, a irmã e o sogro dele ficamos chateados porque tínhamos apoiado a decisão de ele participar”. E ela aproveitou para criticar a emissora: “Queriam manipular o Netinho e ele não aceitou”.

Comentário Semeando
Ainda bem que existem pessoas lúcidas autenticas que percebem as tramoias e manipulação da mídia controladora de mentes, que despeja todos os dias em sua casa, lixos e mais lixos de conteúdo imoral, escuso e boçal. Parabéns Netinho, por não se deixar manipular pela mídia espúria. Até quando teremos que aguentar estas porcarias de Reality Show, que mais sabem é destruir a vida dos seus participantes do que entretê-los?

Infelizmente a mídia dita às regras do sucesso e da fama, faça tudo que ela pedir, tenha um relacionamento homossexual, traia seu cônjuge ao vivo, seja promiscuo, fale palavrões que você será aceito e respeitado, realmente os valores estão mudando, de mal a pior.ACORDEM GENTE BBB É PURA PODRIDÃO DESPEJADA EM SUA MENTE TODOS OS DIAS!

Written by everton1994

04/06/2012 at 00:19

As razões para não acreditar nas informações da mídia

leave a comment »

Por Semeando


Infelizmente a maioria das informações veiculadas na mídia global como um todo, não é verídica, nem toda a fonte têm tenacidade, a maior parte da mídia é controlada pela elite detentora da política mundial, que controlam rigorosamente os meios de comunicação e seus respectivos conteúdos. Não generalizando, existem muitos veículos de comunicação que são idôneos e éticos, cujo compromisso é com a verdade e seu público.

inúmeras razões para não acredita nas informações que a mídia passa, porém, vou comentar apenas  algumas. Nem tudo que lemos, vimos e ouvimos em noticiários, telejornais e na internet tem veracidade, a mídia a mando da tirania fascista esconde a verdade do cidadão de bem, e omitem os fatos como eles são, a mentira é transmitida como produto do engano, e vendida como verdade absoluta, por estas ações maléficas a verdade dos fatos é negligenciada criminosamente, por isso, você deixa ter acesso a informações verdadeiras e fatos reais.

O intuído da mídia não é lhe informar e sim lhe entreter, desinformar utilizando suas programações fúteis, desta forma, ela esta condicionando aos poucos você, e o pior, sem você perceber, tendo o controle total da sua mente, quando mais você estiver dispersos, distraídos com as programações que a mídia lhe oferece, menos se interessa pela verdade.

A mídia atua como uma máquina psicótica de controle mental, uma vez que ela tem a sua atenção, e você a retenção o seu conteúdo, o processo de controle mental se inicia, ela controla a sua mente, à medida que você passa a dar credibilidade no que ela transmite, e deixe de questionar, perguntar, investigar, refletir, ela acaba reduzindo a sua percepção da realidade, você não consegue distinguir a verdade da mentira, a informação da desinformação.

Você deve por si só analisar os fatos, e filtrar as informações e notícias absorvidas por você durante um determinado período, e construir o seu próprio conjunto de opiniões, sem deixar que a mídia faça por você

Um exemplo recente é a sórdida atuação da mídia a serviço do sistema tirano, na qual ela ajudou a sustentar e disseminar no mundo todo junto com o governo dos EUA, a suposta acusação fabricada no Pentágono. Para relembrar eis aqui o engodo do sistema midiático:
O Pentágono afirmou através da mídia que o Iraque possuía armas de destruição em massa, armas biológicas, e os globalistas endossavam o coro nos discursos na TV “o mundo não esta seguro enquanto Saddam Hussein estiver fabricando armas de destruição em massa, vamos dar um basta nisto, vamos encontrar as armas e eliminar Saddam, não queremos ver mais um 11 de setembro”

A mídia vendeu muito bem esta farsa para as massas do mundo todo, uma boa parte comprou esta hoax fabricada pela elite Illuminati, que mediante os fatos forjados, deram motivos para os EUA intervir, ou seja, invadir o Iraque e “encontrar” as tais armas químicas, todos nos sabemos que o Tio San tinha planos mais audaciosos, tomar a matéria prima principal do Iraque, o ouro negro, o Petróleo.

Em suma bilhões de dólares foram gastos para financiar esta farsa, milhares de civis inocentes foram mortos, e a muitas mães americanas perderam seus filhos numa guerra sem causa. E nenhum arma de destruição foi ENCONTRADA.

Portanto apresentamos bons motivos e evidências claras e concretas porque não devemos acreditar totalmente no que  a mídia diz para as massas, ela trabalha com a regra de três criado pelo sistema fascista da Nova Ordem Mundial, PROBLEMA-REAÇÃO-SOLUÇÃO, e não existe outro órgão melhor do que a mídia para desinformar e sustentar o caos e a mentira.

Written by everton1994

04/06/2012 at 00:14

Segredos sobre a nova ordem mundial sendo revelada em filmes

leave a comment »

Abordaremos em especial o filme “Jogos Vorazes”.
A maioria de nós não sabe que, em muitos aspectos, já vivemos em Panem, a ditadura autoritária de alta tecnologia descrita em Jogos Vorazes. O filme nos mostra o que nos aguarda se não revertermos a situação.

Assista a esta crítica feita por Alex Jones:

Written by everton1994

02/06/2012 at 21:16

%d blogueiros gostam disto: